Sua melhor fonte sobre Hilary Duff no Brasil
28 jan 2018

NEWS: Hilary será protagonista do filme “The Haunting of Sharon Tate”!

Hilary Duff foi confirmada como a atriz principal do filme “The Haunting of Sharon Tate“, adaptação de Daniel Farrands, produzido pela ETA Films. Ela interpretará Sharon Marie Tate Polanski, atriz e modelo norte-americana que foi assassinada no final da década de 60, aos 8 meses de gestação, em Los Angeles, por uma seita de seguidores de Charles Manson.

O ator Jonathan Bennett, mais conhecido pelo seu papel como ‘Aaron Samuels’ em ‘Meninas Malvadas’, interpretará Jay Sebrings, ex namorado e amigo de Sharon, que também foi assassinado na mesma noite.

Daniel: “Quando eu apresentei a ideia de contar uma nova versão desses assassinatos trágicos, eu não queria ficar na família Manson ou nos motivos por trás desses crimes bárbaros. Ao invés disso, eu quis fazer um filme sobre Sharon Tate e seus amigos nos últimos dias que antecederam o assassinato. A história é inspirada em uma entrevista real de Sharon, um ano antes de sua morte, na qual ela descrevia um pesadelo onde ela via um homem desconhecido em sua casa e, logo depois, via ela e seu amigo Jay Sebring amarrados com suas gargantas abertas. Eu achei a ideia de Sharon sendo assombrada por suas premonições uma fascinante forma de contar a história focando na força e resiliência de Sharon, ao invés de reportá-los como vítimas indefesas.

Confira as fotos dos bastidores divulgadas, até o momento, pelas redes sociais:

O caso real, prestes a completar 50 anos, ficou conhecido nos Estados Unidos como um dos mais assustadores.

Leia abaixo um trecho retirado do site da BBC para entender mais sobre o caso:

Segundo biógrafos, o maior “talento” de Manson seria sua habilidade para seduzir e convencer seguidores da seita autodenominada “Família” a cometerem assassinatos em seu lugar – sem hesitações ou arrependimentos.

Manson não estava presente fisicamente em nenhum dos sete assassinatos promovidos pela seita e confirmados pela Justiça americana.

A vítima mais conhecida foi a atriz Sharon Tate, esposa do então já premiado diretor Roman Polanski, que morreu aos 8 meses de gravidez, depois de ganhar um Globo de Ouro.

A atriz Sharon Tate

Seguindo ordens de Manson, membros da seita invadiram a casa da atriz e a mataram em posição fetal com 16 facadas. Outros quatro amigos e conhecidos que a visitavam também foram esfaqueados – um deles com 51 golpes.

“Destruam totalmente todas as pessoas dentro da casa, da forma mais horrível possível”, teria ordenado o líder.

Uma de suas seguidoras, Susan Atkins, admitiu em tribunal que outros assassinatos macabros haviam sido previstos pelo guru, incluindo os de estrelas como Frank Sinatra e Elizabeth Taylor.

As mortes foram resultado de uma tese apocalíptica de Manson, que dizia acreditar que brancos e negros travariam uma disputa sem precedentes nos Estados Unidos.Charles Manson detido

Em suas pregações, ele dizia que o White Album (Álbum Branco), dos Beatles, – e em especial a música Helter Skelter – seria uma espécie de quebra-cabeças com revelações codificadas sobre a iminência do confronto racial pelo poder nos EUA.

O objetivo de Manson era “acelerar” esta guerra racial, por meio de assassinatos falsamente associados a afro-americanos.

Ele prometia proteção aos seguidores e dizia que se tornaria um messias ao fim da guerra.

Durante os assassinatos na casa de Tate, os seguidores da seita espalharam pistas falsas, numa tentativa de incriminar os Panteras Negras, icônico grupo que lutava contra o racismo e chamava atenção na época por todo país.

Em seu livro Helter Skelter, o promotor de justiça Vincent Bugliosi, responsável pelas investigações dos crimes, conta que policiais encontraram a palavra “PIG” (“porco”) escrita com o sangue de uma das vítimas em uma porta da casa de Tate.

O termo era usado pelos Panteras Negras em referência a policiais envolvidos em assassinatos e prisões preventivas de afro-americanos.

Postado por: LS
Categoria: Notícias

Comentários